- Atividades de Estudo e Pesquisa I

Ementa: Estudos e pesquisas regulares, ocorridas no âmbito dos Núcleos de Estudo ou Laboratórios e planejadas a partir de interesses comuns, relacionados a determinado tema/questão/teoria. Atividades como participação em eventos, com apresentação de trabalho; participação em seminários internos e externos; outras atividades indicadas pelo orientador.
Observação: os encontros acontecem no âmbito do grupo sob responsabilidade do orientador.

Carga Horária: 30h

Créditos: 02

Bibliografia:

Em função das características desta disciplinas, há uma bibliografia diferenciada conforme a determinação dos orientadores e os trabalhos de pesquisas dos orientandos.
BELLONI, Maria Luisa. O que é mídia-educação? Campinas: Autores Associados, 2001.
BRIGGS, Asa; BURKE, Peter. Uma História social da mídia: de Guttemberg à Internet. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.
BURKE, Peter. Uma história social do conhecimento. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.
CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador - conversações com Jean Lebrun. São Paulo: Unesp, 1999.
DOSSE, François. A História em Migalhas: dos Annales à Nova História. Bauru, SP: EDUSC,
2003.
LARROSA, Jorge; ARNAUS, Remei; CONNELLY, F. Michel; CLANDININ, D. Jean et al. Déjame que te cuente: ensayos sobre narrativa y educación. Barcelona; Editorial Laertes, 1995.
LE GOFF, Jacques. A História Nova. São Paulo: Martins Fontes, 1993.
LOMBARDI, José Claudinei (org.). Pesquisa em educação: história, filosofia e temas transversais. Campinas, SP: Autores Associados: Histedbr; Caçador, SC: UnC, 1999.
_____(org.). Temas de pesquisa em educação. Campinas, SP: Autores Associados: HISTEDBR; Caçador, SC:UnC, 2003. (Coleção educação contemporânea).
MCLAREN, Peter. Multiculturalismo crítico. São Pauço: Cortez, 1997.
MCLAREN, Peter. Multiculturalismo revolucionário. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.
LIMA, Luiz Costa (org.) Teoria da cultura de massa: Herbert Marcuse, Walter Benjamin, Theodor Adorno, et al. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 6 ed., 2002.
SCHNITMANN, D. F. Novos paradigmas, cultura e subjetividade. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

 

- Atividades de estudo e pesquisa II

Ementa: Estudos e pesquisas regulares, ocorridas no âmbito dos Núcleos de Estudo ou Laboratórios e planejadas a partir de interesses comuns, relacionadas a determinado tema/questão/teoria. Atividades como participação em eventos, com apresentação de trabalho; participação em seminários internos e externos; elaboração de artigos, com vistas à publicação; elaboração de relatórios de pesquisa; outras atividades indicadas pelo orientador. Observação: os encontros acontecem no âmbito do grupo sob responsabilidade do orientador.

Carga Horária: 30h

Créditos: 02

Bibliografia:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT. Rio de Janeiro, 1978-2002.
BARROS, José D’Assunção. O campo da história: especialidade e abordagens.  Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.
___________. Pesquisa em educação: conversas com pós-graduandos. Rio de Janeiro: Ed. PUC-RIO/Edições Loyola, 2002.
CARNEIRO LEÃO, Antonio. O ensino na Capital do Brasil. Rio de Janeiro: Typ. do Jornal do Commercio, 1926.
DOSSE, François. A história em migalhas: dos Annales à Nova História. 3ª ed. Tradução Dulce da Silva Ramos. São Paulo: Ensaio; Campinas, SP: Editora da Universidade Estadual de Campinas, 1992.
LOMBARDI, José Claudinei (org.). Pesquisa em educação: história, filosofia e temas transversais. Campinas, SP: Autores Associados: Histedbr; Caçador, SC: UnC, 1999.
______. (org.). Temas de pesquisa em educação. Campinas, SP: Autores Associados; HISTEDBR; Caçador, SC: UNC, 2003. (Coleção educação contemporânea)
LÜDKE, Menga, ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo:EPU, 1986. (Temas básicos de educação e ensino)..
NUNES, Clarice. História da educação brasileira: novas abordagens de velhos objetos. In. Teoria & Educação. Porto Alegre, nº 6, 1992.
RODRIGUES, José Honório. A pesquisa histórica no Brasil. 3a ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional; [Brasília]: INL, 1978. (Brasiliana: Série grande formato; v.20).
SAVIANI, Dermeval, LOMBARDI, José Claudinei, SANFELICE, José Luís (orgs.). História e história da educação: o debate teórico-metodológico atual. Campinas, São Paulo: Autores Associados: Histedbr, 1998. (Coleção Educação Contemporânea)
SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23ª ed. São Paulo: Cortez, 2003.
Obs. Ao longo das atividades novas referências serão indicadas de acordo com as especificidades das pesquisas em curso.

 

- Seminário de Dissertação I

Ementa: Debates teórico-metodológicos no âmbito dos grupos de pesquisa que se articulam dentro de cada linha de pesquisa do programa.

Carga Horária: 45h

Créditos: 03

Bibliografia:

Básica
SEVERINO, A.J. Metodologia do trabalho científico.  São Paulo: Cortez, ed.22. 2002.
MINAYO, M.C.S. O desafio do conhecimento, pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo-Rio de Janeiro, Hicitec-ABRASCO. 1992
FAZENDA, I.C.A. Metodologia da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, ed.6, 2000.
TRIVIÑOS, A.N.S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Ática, 1987.
BAUER, Martin W.; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2002.
BRUYNE, P et. al. Dinâmica da pesquisa em ciências sociais. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 5a. ed. 1991.
BRANDÃO, Z. Crise dos paradigmas e a educação.  São Paulo: Cortez, 7a. ed., 2001.
GIL, A. C. Projetos de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 1994.
LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A . Metodologia Científica. São Paulo: Atlas, 1986.
LÜDKE, M. Pesquisa em Educação: Abordagens Qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.
THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação.  São Paulo: Cortez, 12a. edição, 2003.
CHIZZOTTI, Antonio.  Pesquisa em Ciências Humanas e Sociais.  São Paulo: Cortez Editora, 1998, Biblioteca da Educação, série I - Escola, v. 16.

Complementar: Elaborada a partir das demandas comuns  dos projetos dos discentes

 

- Seminário de Dissertação II

Ementa: Abordar diferentes métodos aplicados às ciências humanas e sociais, visando a elaboração de instrumento de coleta de dados e análise no âmbito do projeto de pesquisa. Elaborar o trabalho de qualificação de dissertação.
Observação: os encontros acontecem no âmbito do grupo sob responsabilidade do orientador.

Carga Horária: 45h

Créditos: 03

Bibliografia:

ANDRÉ, Marli. Etnografia da prática escolar. São Paulo: Papirus, 1995.
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT. Rio de Janeiro, 1978-2002.
BABBIE, E. Métodos de pesquisas de Survey. Belo Horizonte: Ed. da UFMG, 1999.
BARBIER, René. A Pesquisa-Ação. Brasília, Ed. Liber-livro, Série Pesquisa em Educação, V. 3, 2002.
BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa:Persona/ Martins Fontes, 1979.
BARROS, José D’Assunção. O campo da história: especialidade e abordagens.  Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.
BAUER, M,W. & GASKELL, G. Pesquisa Qualitativa com Texto, Imagem e Som: um manual prático. Petrópolis, Rj:Vozes,2007.
BOURDIEU, P. A profissão de sociólogo - preliminares sociológicas. 2ª ed. Petrópolis: Vozes, 2000.
CHALMERS, A. F. O que é Ciência afinal? São Paulo, Ed. Brasiliense, 1995.
CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa Qualitativa em Ciências Humanas e Sociais:Petrópolos, Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2006.
BRANDÃO, Z. A dialética micro/macro na Sociologia da Educação. Cadernos de Pesquisa. São Paulo, n.113, p.153-166, jul. 2001.
___________.Crise dos paradigmas em educação. 7ª ed. São Paulo: Cortez, 2001.
___________. Pesquisa em educação: conversas com pós-graduandos. Rio de Janeiro: Ed. PUC-RIO/Edições Loyola, 2002.
BRUYNE, P. et. al. Dinâmica da pesquisa em ciências. 5ª ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1991.
ECO, Umberto. Como se faz uma tese. 14ª ed. São Paulo: Perspectiva, 1998.
FAIRCLOUGH, Norman. Discurso e mudança social. Brasília: Universidade de Brasília, 2001.
FAZENDA, Ivani (Org.). A pesquisa em educação e as transformações do conhecimento. 3ª ed. Campinas, SP: Papirus, 2001. (Coleção Práxis)
___________ (Org.). Novos enfoques da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, 1992.
___________. Metodologia da pesquisa educacional. 6ª ed. São Paulo: Cortez, 2000.
GATTI, Bernardete A. Implicações e perspectivas da pesquisa educacional no Brasil contemporâneo. Cadernos de pesquisa, n.113, p.65-81, julho/2001
GOLDENBERG, Miriam. A arte de pesquisar. Rio de Janeiro, Ed. Record, 2000.
JAPIASSU, Hilton. Introdução às ciências humanas. Análise de epistemologia histórica. São Paulo: Letras & Letras, 1994.
LUDKE, M. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.
MAINGUENEAU, Dominique. Novas tendências em análise do discurso. 3ª ed. Campinas, SP: Pontes, Editora da Universidade Estadual de Campinas, 1997.
MAINGUENEAU, Dominique. Análise de textos de comunicação. São Paulo: Cortez, 2005.
MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento, pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo; Rio de Janeiro: Hicitec-ABRASCO, 1992.
MOROZ, Melania e GIANFALDONI, M. H. O processo de pesquisa: iniciação. Brasília: Ed. Plano, v.2, 2002. (Série Pesquisa em Educação)
MOURA, Maria Lucia Seidl de, FERREIRA, Maria Cristina, PAINE, Patrícia Ann. Manual de elaboração de projetos de pesquisa. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1998.
SANTOS FILHO, José Camilo dos, SÁNCHES GAMBOA, Silvio (org.). Pesquisa educacional: quantidade-qualidade. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 2000. (Coleção Questões da Nossa Época; v. 42).
SANTOS, Boaventura de Sousa. Pela Mão de Alice. O social e o político na pós-modernidade. São Paulo: Cortez, 2003.
___________. Um Discurso sobre as Ciências. São Paulo: Cortez, 2003.
SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23ª ed. São Paulo: Cortez, 2003.
SZYMANSKI, Heloísa (org.) A Entrevista na Pesquisa em Educação: a prática reflexiva. Brasília, Ed. Plano, Série Pesquisa em Educação, V.4, 2002.
THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 12ª ed. São Paulo: Cortez, 2003.
TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Ática, 1987.
ZAGO, Nadir; CARVALHO, Marília; VILELA, Rita Amélia. (Orgs.). Itinerários de pesquisa: perspectivas qualitativas em Sociologia da Educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

 

 

- Seminário de Dissertação III

Ementa: Desenvolvimento de pesquisa de dissertação. Disciplina para manutenção de vínculo, sem atribuição de nota.

Carga Horária: 60h

Créditos: 04

Bibliografia: A bibliografia é fornecida ao orientando por cada orientador.

 

- Seminário de Dissertação IV

Ementa: Desenvolvimento de pesquisa de dissertação. Disciplina para manutenção de vínculo, sem atribuição de nota.

Carga Horária: 30h

Créditos: 02

Bibliografia: A bibliografia é fornecida ao orientando por cada orientador.

 

- Defesa de Dissertação

Ementa: Desenvolvimento de pesquisa de dissertação.

Carga Horária: 90h

Créditos: 06

Bibliografia: A bibliografia é fornecida ao orientando por cada orientador.

Categoria: Notícia
Covocação dos candidatos aprovados e classificados, no processo seletivo 2017.