Nossos projetos de extensão e pesquisa como Pro Jovem, Conexão de Saberes e FALE têm cumprido um papel social importante em atender às demandas de comunidades de jovens, estudantes, professores da rede pública de ensino em suas aspirações de inserção no mundo acadêmico, na universidade, de aprimoramento e formação em suas práticas estudantis e/ou docentes nos espaços cotidianos em que as exercem.

O ProJovem é realizado em parceria com as seguintes universidades federais: Universidade do Amazonas; Universidade Federal da Bahia; Universidade Federal do Ceará; Universidade Federal de Juiz de Fora; Universidade Federal de Minas Gerais; Universidade Federal do Pará; Universidade Federal do Paraná; e Universidade Federal de Pernambuco. É um programa do governo federal, criado em 2005, vinculado à Secretaria Nacional de Juventude, que tem como metas a elevação da escolaridade (ensino fundamental), a qualificação profissional e o exercício de experiências de participação cidadã para jovens brasileiros entre 18 e 29 anos. Atendemos a centenas de jovens com a coordenação da avaliação e aprimoramento do Programa em nossa Universidade.

O Programa Integrado de Educação e Saúde nas Comunidades do Chapéu Mangueira e Babilônia, Leme – RJ, contemplado pelo edital PROEXT/SESu-MEC, 2009 e  orçado em R$ 86.000,00, envolveu 12 bolsistas da graduação, de diversos cursos da UNIRIO, e estudantes de pós-graduação vinculados à linha de Políticas e Educação do PPGEDU/UNIRIO. Realiza pesquisas e ações de extensão no campo da educação e saúde. Tem por objetivo a criação de uma rede integral de proteção social formada, prioritariamente por jovens, tanto estudantes universitários quanto jovens moradores das comunidades atendidas. Tal ação se caracteriza como uma rede social de solidariedade que envolve jovens de comunidades populares do município do Rio de Janeiro, cuja atuação da UNIRIO, a partir do Programa de Pós Graduação em Educação, tem sido de capital importância.

O FALE (Fórum de Alfabetização, Leitura e Escrita) contou em seu 1º ano (2007), com o apoio da FAPERJ, reúne na Unirio, uma vez por mês, aos sábados, de 9h às 12h, professores(as) alfabetizadores(as), docentes universitários, estudantes de cursos de Formação de Professores, estudantes de graduação e pós-graduação. Nesses encontros, a mesa é sempre formada por uma professora ou professor alfabetizador e um docente vinculado à universidade. A professora alfabetizadora (ou professor) conta sobre sua prática cotidiana realizada com as crianças, narra o que faz com os alunos e alunas com os quais trabalha, socializa seus saberes/fazeres. O docente vinculado à universidade fala, também, de suas experiências e pesquisas sobre o tema em pauta. Universidade e Escola Básica ensinam e aprendem uma com a outra. Todos os encontros do FALE são fotografados, gravados em vídeo e transcritos. A opção teórico-epistemológica e política assumida nessa investigação-formação se inscreve na perspectiva da investigação narrativa (Connely & Clandinin, 1995), dos Estudos com o(s) cotidiano(s) (Garcia, 2003; Oliveira & Alves, 2002) e da professora- pesquisadora (Esteban & Zaccur, 2002).

O CINE CCH: aprendizagens com o cinema, realizado desde agosto de 2010 e coordenado pela Prof.ª Adriana Hoffmann que realiza sessões mensais de cinema com debate para a comunidade da UNIRIO integrando alunos e professores de graduação e pós-graduação gerando artigos e produções que vinculam alunos de Iniciação científica e pós-graduação colaborando como os demais na formação de novos pesquisadores.